Home / HISTÓRIA E CENÁRIOS NORDESTINOS / A PRAÇA SÉRGIO MAGALHÃES DE 1954 E OS SINAIS DE MODERNIDADE NA CIDADE DE SERRA TALHADA

A PRAÇA SÉRGIO MAGALHÃES DE 1954 E OS SINAIS DE MODERNIDADE NA CIDADE DE SERRA TALHADA

Por Paulo César Gomes, para o Farol de Notícias
 
A viagem ao passado de hoje nos remete a uma Serra Talhada que começava a conviver com os aspectos de bem estar proporcionado pela chegada do automóvel.
A imagem de 1954 deixa a impressão de que a população andava em compasso tranquilo, mesmo com os automóveis fazendo parte da passagem.
A Praça Sérgio Magalhães da época era bem mais atraente do que a dos dias atuais, com mais acessibilidade e visibilidade.
Os contornos da praça demonstram que o prefeito da época se preocupava com a arborização do espaço publico, ao mesmo tempo, em que se percebe a presença de um grupo de homens, que aparentemente estão trabalhando como engraxate, além disso, é possível perceber um dos dois obeliscos construídos para as comemorações do centenário de emancipação política da cidade, em 1951, o outro,  monumento ficava em frente a Igreja.
Ao fundo é possível ver a exuberância da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Penha, que havia sido inaugurada oficialmente no ano anterior.

Fonte: Fundação Cultural Cabras de Lampião: A PRAÇA SÉRGIO MAGALHÃES DE 1954 E OS SINAIS DE MODERNIDADE NA CIDADE DE SERRA TALHADA

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do blog

comments

Check Also

Conceição dos Caetanos: Comunidade não quer perder tradições

Longe do tempo em que seus antepassados viviam sob a ameaça dos açoites dos senhores ...