Home / DESTAQUE / A MISSA DO VAQUEIRO É ESQUECIDA PELO GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO.

A MISSA DO VAQUEIRO É ESQUECIDA PELO GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO.

download (5)

Enquanto muitos admiradores, turistas e vaqueiros se organizam para participarem da 46° Missa do Vaqueiro em Serrita, não estão sequer imaginando o que passa nos bastidores do evento, que apesar de ser uma das maiores e mais tradicionais e importantes eventos culturais em Pernambuco, até esse momento que o Blog ASSOCIAÇÃO CULTURAL PATATIVA DO ASSARÉ entra no debate, nenhuma providencia financeira e organizativa foi tomada pela EMPETUR e FUNDARPE, alegando que não foi prestado contas do evento passado, prontamente sendo rebatido por Dona Helena Câncio, presidente da Fundação João Câncio, responsável pela realização do evento, que esclareceu em entrevista à Radio Jornal, no dia 04/07/16, que toda esta prestação de contas já foi remetida para a EMPETUR.

O Governo do Estado segue a trilha dos seus antecessores, quando despreza e deixa a míngua um evento cultural carregado de simbolismo cultural para os nordestinos, em especial, o vaqueiro, que mesmo sendo um desbravador do Brasil desde a época da colônia, nunca foi homenageado e valorizado, como acontece nessa Missa do Vaqueiro, para não dizer o contrário. Sendo sim, um eterno servo dos fazendeiros e instrumento de manipulação política nos períodos eleitorais, condenados a viver e morrer na miséria e no relento, tendo muito mal, o direito ao pão e a água.

O governo do Estado prioriza outras atividades mais importantes para as elites do Estado, como o Festival de Inverno de Garanhuns; a FENEART; a Exposição de Animais de Pernambuco; entre outros eventos.

Não que os mesmos, não tenham sua importância. Tem também.

Mas no caso da Missa do Vaqueiro, quando até esta data, não foi fechada a programação ainda, tem uma importância ímpar, visto que, três grandes personalidades da nossa cultura e da busca de resgatar nossos pilares culturais, que sustentam a nossa valentia, a nossa sagacidade, a nossa resistência enquanto lutadores diários contra todas as intempéries que a vidas secas nos impõe, Luiz Gonzaga, Padre João Câncio e o repentista cearense Pedro Bandeira, criaram esse evento para cobrar do Estado, atenção, Justiça e respeito pelo homem vaqueiro.

Esse evento já era para estar com sua programação toda pronta, com as atividades culturais e os artistas que prestigiarão esse evento, todos contratados e a infraestrutura sendo finalizada.

Infelizmente a nossa sociedade, os prefeitos e o movimento cultural como todo, não cobram do governo a atenção, o respeito e a valorização das nossas raízes culturais, do nosso simbolismo, dos nossos valores e tradições.

Quem tem responsabilidade com a manutenção e a preservação dessa atividade cultural de grande importância para o homem do Girão de Couro e para a preservação das nossas raízes, é o Governo do Estado e é dele que devemos cobrar mais respeito, mais atenção e mais recursos para aquilo que realmente podemos chamar de cultura popular e não os lixos culturais que estão nos impondo em todos os festejos realizados nesse estado afora.

Não precisamos andar com a bacia, pedindo esmolar ou caridade. Basta com tanta hipocrisia por parte do Governo do Estado.

Vamos cobrar que seja valorizado e respeitado, quem realmente merece valor e respeito. E isso podemos frisar bem claro: sucatear, esvaziar e desvalorizar a Missa do Vaqueiro é um desserviço do Governo de Pernambuco com a sua História, seus valores culturais imateriais e sua memória, rejuvenescida a cada dia com a preservação do que as gerações passadas deixaram de mais sublime para nós e para as gerações futuras: nossos valores culturais.

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do blog

comments

Check Also

PERNAMBUCO: Festival Canavial 2017 faz homenagem ao encontro dos Cabras de Lampião de Serra Talhada e os Caboclos do Maracatu Estrela de Ouro de Aliança

Maracatu, ciranda, frevo, samba, coco de roda, ciranda, xaxado, reggae, afoxé e forró pé de ...