Home / CULTURA POPULAR / “O assum preto do Beberibe” – Arlindo dos Oito Baixos 

“O assum preto do Beberibe” – Arlindo dos Oito Baixos 

Completamente autodidata, virtuoso na sanfona dos oito baixos e também compositor, Arlindo perdeu a visão em 1997. A cegueira, no entanto, deu-lhe novas maneiras de enxergar a vida.

Arlindo com sua sanfona de oito baixos.Arlindo com sua sanfona de oito baixos.No final dos anos 80, o povo levantava poeira de tanto dançar no quintal da casa de um sanfoneiro respeitado no Recife: era Arlindo dos Oito Baixos. O arrasta-pé era disputado e avançava as madrugadas de domingo para segunda-feira. Com o passar do tempo, o anfitrião se deu conta de que o espaço estava ficando pequeno demais para o embalo do seu forró e passou a levar sua arte pelos quatro cantos do Brasil. Tudo começou nos anos 60, quando Arlindo decidiu ouvir o conselho de Luiz Gonzaga para lançar mão das sanfonas de 80 e 120 baixos e dedicar-se exclusivamente à de oito baixos – instrumento tocado por uma minoria pelo grau de dificuldade e, por isso, quase em extinção. Durante duas décadas, Luiz Gonzaga afinou as sanfonas de Arlindo,  a quem apelidou de “Mestre de Beberibe.”

Nascido na Mata Sul de Pernambuco, o Mestre de Beberibe faleceu 15 dias após a gravação deste documentário.
Fonte: “O assum preto do Beberibe” – Arlindo dos Oito Baixos | | TV Brasil

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do blog

comments

Check Also

 MANOEL FILOMENO DE MENEZES – MANOEL FILÓ

“Cantar devia ter sido A minha primeira escola Ter os dedos calejados Pelas cordas da ...