Home / FORRO /  Zito Borborema

 Zito Borborema

Pouco se sabe de sua biografia. Consta que foi casado com Chiquinha do Acordeom e é pai de Perpétuo Borborema, integrante do atual Trio Pé-de-serra. Com voz aguda e excelente ritmo, não só na divisão vocálica, mas também no triângulo e no pandeiro, viveu grandes momentos na música nordestina.

Fez sua estréia em disco no ano de 1956, apresentando-se como Zito Borborema e Seus Cabras da Peste. São seus maiores sucessos e até hoje continuam pedidos nas rodas forrozeiras: Mata-Sete, Padre Cícero, Alegria da Festa, Gente da Gente, Bebendo nos Botequins, Corinthiano de Coração, O Mestre Não Quer, e Zé da Onça, este com a participação de Chiquinha.

Natural de Taperoá, na Paraíba, desde criança ele cantava ‘côco de roda’ nos forrós de sua terra e também em Campina Grande, onde se tornou gente. Numa dessas festas típicas, Zito fez amizade com dois violeiros que o convidaram a dar um salto mais alto em direção à glória artística que o esperava lá fora. Foi ai que o caboclo Zito Borborema se transformou no gigante da música sertaneja que hoje todo o nordeste conhece e admira. A partir daquela época começaram as excursões pelo sul do país, temporadas em estações de rádio, etc. A R.G.E. descobriu Zito Borborema e o lançou com seu primeiro disco em 75rpm (Trecho do texto de Accacio Ramos no primeiro long play de Zito Borborema em 1957).

Corrigir Biografia

Fonte: Biografia de Zito Borborema | LETRAS

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do blog

comments

Check Also

IOLANDA LUCIA UMA MENINA TÍMIDA QUE SE TORNOU UMA TALENTOSA MULHER NO GRUPO DE XAXADO CABRAS DE LAMPIÃO

por Carlos Silva – Assessor de Comunicação da FCCL Nascida na cidade de Serra Talhada ...